Google+ Followers

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Planejamento I Bimestre Língua Portuguesa 9º ano



PLANEJAMENTO DE LÍNGUA PORTUGUESA
9º ANO -  I BIMESTRE- 2013


1. PRODUÇÃO E COMPREENSÃO DE TEXTOS ORAIS

A – Objetivos:            
ü  Expor a síntese das idéias centrais do texto;
ü  Expressar opinião sobre idéias apresentadas em textos jornalísticos de divulgação científica;
ü  Comparar textos, buscando semelhanças e diferenças quanto ao gênero e às ideias;
ü  Debater temas propostos pelos textos e desenvolver habilidades de expressão e argumentação orais;
ü  Monitorar o desempenho oral, levando em conta a intenção
          comunicativa e a reação dos interlocutores;
ü  Observar os efeitos de sentido produzidos pela utilização de elementos não-verbais.


B – Conteúdos:
ü  Síntese das idéias centrais do texto;
ü  Expressão de opinião sobre idéias apresentadas em textos jornalísticos de divulgação científica;
ü  Comentário e reorganização de contos lidos ou ouvidos (expandir, diminuir ou alterar o enredo, incluir e retirar personagens,mudar o conflito, o final etc.);
ü  Monitoramento do desempenho oral, levando em conta a intenção
          comunicativa e a reação dos interlocutores;
ü  Os efeitos de sentido produzidos pela utilização de elementos não-verbais.


C – Procedimentos Metodológicos:
ü  Leitura e comentários sobre textos diversos;
ü  Debates para exposição de opiniões;
ü  Produção de textos orais individuais e em dupla, com coerência.
ü  Reconhecimento dos procedimentos e das marcas lingüísticas típicas da conversação.


D- Procedimentos Avaliativos:
ü  Produção de textos orais individuais e em dupla, com coerência;
ü  Leitura e comentários sobre textos que abordam assuntos do cotidiano, que foram veiculados em jornais e revistas;
ü  Defesa de pontos de vistas a partir de algumas situações comunicativas.

2. LEITURA E COMPREENSÃO DE TEXTOS


A – Objetivos:
ü  Selecionar procedimentos de leitura adequados às características do gênero e do suporte;
ü  Ler diferentes gêneros textuais para a compreensão global, analítica e crítica;
ü  Construir pressuposições antecipadoras dos sentidos,da forma e da função do texto, apoiando-se em conhecimentos prévios sobre o gênero  suas características;
ü  Confirmar antecipações realizadas antes e durante a leitura;
ü  Articular índices textuais e contextuais na construção de sentido fazendo inferências, extraindo informações não explicitadas, estabelecendo a progressão temática, integrando e sistematizando informações,interpretando recursos figurativos;
ü  Identificar paráfrase e paródia em textos.


B – Conteúdos:
ü  Leitura de diferentes gêneros textuais: texto jornalístico de divulgação científica, relato pessoal e de conto de longa extensão;
ü  Informações explícitas e implícitas do texto;
ü  As idéias centrais do texto;
ü  A finalidade ou o objetivo pretendido para o texto;
ü  As características próprias do tipo ou do gênero a que pertence o texto;
ü  Os elementos constituintes do esquema dissertativo (assunto, tópico, subtópico, opiniões, argumento, conclusão);
ü  Os elementos constituintes do conto (enredo, tempo, espaço, personagens, narrador, conflito, desfecho);
ü  Os elementos indicadores das condições do locutor e do interlocutor do texto;
ü  As relações textuais, entre partes de textos, indicadas por meio de expressões conectoras;
ü  As marcas lexicais ou gramaticais que expressam valores ideológicos de um determinado grupo ou de uma determinada época;
ü  As referências ou remissões a outros textos ou a outros autores;
ü  Informações principais e informações secundárias;
ü  Estabelecimento de relações entre partes de um texto, identificando repetições, substituições ou associações que contribuem para sua coesão e coerência;
ü  Os efeitos de sentido decorrentes do uso dos sinais de pontuação, notações e outros recursos gráficos;
ü  Os elementos que indiquem a posição do autor frente ao assunto ou autores referidos.;
ü  Estudo das relações intertextuais: paráfrase e paródia.



C – Procedimentos Metodológicos:
ü  Investigação sobre o conhecimento prévio do aluno sobre o texto;
ü  Levantamento das dificuldades vocabular e consulta ao dicionário;
ü  Observação do significado dessas palavras no contexto;
ü  Reconhecimento de palavras ou expressões quando usadas em sentidos diferentes;
ü  Leitura silenciosa, em seguida, leitura coletiva para que seja realizada a interpretação escrita do texto;
ü  Reconhecimento dos recursos de organização da composição e sequências textuais.


D- Procedimentos Avaliativos:
ü  Leitura individual e coletiva de textos;
ü  Análise e compreensão dos textos lidos;
ü  Reconhecimento das características próprias dos gêneros textuais analisados.


3. PRODUÇÃO DE TEXTOS ESCRITOS

A – Objetivos:
ü  Estruturar o texto, usando mecanismos próprios do gênero: articulando enunciados em função das sequências narrativas, colocando título e segmentando em parágrafos, selecionando apropriadamente o léxico, usando pontuação, sinais gráficos adequados e recursos figurativos, considerando finalidade, suporte usado e interlocutor.


B – Conteúdos:
ü  Produção de textos dos gêneros considerando o destinatário, a sua finalidade e as características do gênero, atentando para os aspectos discursivos e notacionais;
ü  Elaboração de início, conflito e final para conto fragmentado;
ü  Elaboração de notícia a partir de um texto jornalístico de divulgação científica;
ü  Utilização das estratégias de escrita: planejar, redigir rascunho, revisar e reescrever o texto.


C – Procedimentos Metodológicos:
ü  Leituras de textos diversos;
ü  Retextualização (individual e em grupo);
ü  Reelaboração do texto;
ü  Reflexão sobre os textos produzidos.



D- Procedimentos Avaliativos:
ü  Produção de texto dos gêneros estudados;
ü  Reelaboração do texto;
ü  Reflexão sobre os textos produzidos.

4. ANÁLISE LINGUÍSTICA E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA


A – Objetivos:            
ü  Reconhecer o verbo como marca da seqüência narrativa;
ü  Reconhecer a diferença de sentido entre os verbos nos tempos pretérito perfeito e imperfeito na construção da narrativa;
ü  Reconhecer a narração em 1ª pessoa e 3ª pessoa;
ü  Identificar e empregar os recursos gráficos usados para marcar o diálogo;
ü  Identificar a função do substantivo na nomeação de personagens e lugares;
ü  Reconhecer o valor expressivo do adjetivo em descrições de cenários e lugares e caracterizações de personagens e pessoas;
ü  Reconhecer o verbo na 3ª pessoa em textos dissertativos;
ü  Identificar os advérbios como indicadores de circunstâncias tempo, modo, lugar, intensidade;
ü  Reconhecer o valor semântico e a função dos conectivos na construção do texto.


B – Conteúdos:
ü  O verbo como marca da seqüência narrativa;
ü  A diferença de sentido entre os verbos nos tempos pretérito perfeito e imperfeito na construção da narrativa;
ü  Reconhecimento de narração em 1ª pessoa e 3ª pessoa;
ü  Os recursos gráficos usados para marcar o diálogo: travessão, dois pontos, interrogação, exclamação, aspas;
ü  Tipos de discurso;
ü  O substantivo;
ü  O adjetivo;
ü  O verbo na 3ª pessoa em textos dissertativos;
ü  Os advérbios como indicadores de circunstâncias tempo,modo, lugar, intensidade;
ü  Os conectivos ( conjunção e preposição)
ü  O período composto por coordenação.



C – Procedimentos Metodológicos:
ü  Investigação do conhecimento prévio do aluno;
ü  Aulas expositivas e dialogadas;
ü  Anotações e exemplificações;
ü  Complementação de frases com conectivos adequados;
ü  Análise lingüística a partir de textos;
ü  Exercícios individuais e em grupo.


D- Procedimentos Avaliativos:
ü  Exercícios no livro didático;
ü  Exercícios diversificados para fixação dos conteúdos;
ü  Síntese do assunto pesquisado;
ü  Atividades em grupo;
ü  Exercício avaliativo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.